19 de jan de 2015

'Sensação maravilhosa', diz jovem que passou em 9 vestibulares



Alisson Belini foi aprovado em medicina em 6 particulares e 3 públicas. 
Pai diz que garoto sempre foi inteligente e se destacava na escola. 

Para passar nos vestibulares,
 Alisson estudava mais de 14 horas por dia. 
(Foto: Arquivo Pessoal/Alisson Belini)
Foram 9 aprovações em vestibulares de medicina em pouco mais de três meses. A cada lista divulgada, um grito de alívio e de alegria. Conquistas que para Alisson Belini, de Iporã, no noroeste do Paraná, de 18 anos, são resultados surpreendentes e reflexos de um ano puxado, dedicado apenas para os estudos. “É uma sensação maravilhosa passar em tantas universidades. Quando vi o meu nome nas listas da UEM [Universidade Estadual de Maringá] e da UFPR [Universidade Federal do Paraná] não acreditei. Demorou um bom tempo para cair a ficha”, diz o estudante.

Alisson já decidiu: vai fazer medicina na UEM para ficar perto da família e da namorada.

Trabalhadores da Fundação Hospitalar de Saúde buscam alternativa



Reunião na Secretaria de Estado da Saúde, às 17h desta segunda-feira, dia 19/01, e às 16h30 da terça-feira, dia 20/01, assembléia geral no auditório do HUSE.

Sob a ameaça de perder seus empregos, trabalhadores da Fundação Hospitalar de Saúde vão se reunir com o novo secretário Zezinho Sobral na Secretaria de Estado da Saúde, às 17h da próxima segunda-feira, dia 19/01, e às 16h30 da terça-feira, dia 20/01, realizam assembléia no auditório do HUSE. Desde que o Ministério Púbico Federal, através de petição, pediu o fim da Fundação Hospitalar de Saúde, os trabalhadores estão mobilizados para encontrar uma solução que não prejudique seus empregos

Presidente da CUT/SE, o professor Rubens Marques enfatiza que os trabalhadores concursados não podem ser prejudicados com a perda de seus empregos. “Desde o alicerce, já protestávamos que as Fundações eram um problema anunciado. Chegamos a impetrar uma ação judicial para impedir sua criação, mas não conseguimos barrá-la. A Fundação foi criada. E agora que o Ministério Público anuncia que as Fundações são ilegais e os contratos não serão renovados, a CUT não aceita que o trabalhador concursado que trabalha diariamente atendendo à população seja demitido. Os trabalhadores precisam ser incorporados à Administração Pública, com a mudança da Razão Social das Fundações. A saúde vai parar se tivermos milhares de demissões. Então é necessário encontrar outra solução”.
Por: Iracema Corso

18 de jan de 2015

Carro descontrolado atinge parede de oficina e fica suspenso, em Goiânia



Testemunhas dizem que motorista perdeu o controle em rotatória e colidiu. Ele não ficou ferido; estabelecimento sofreu danos em área de escritório.
Veículo atingiu parede de oficina mecânica, no Jardim Bela Vista 
(Foto: Elisângela Nascimento/G1)
Um motorista colidiu contra a parede de uma oficina mecânica, no Jardim Bela Vista, em Goiânia, na madrugada de hoje domingo (18). Segundo o dono do estabelecimento, Edson Luiz, o condutor seguia pela Avenida Planalto quando, ao chegar a uma rotatória, perdeu o controle da direção e atingiu o imóvel, ficando com as rodas dianteiras suspensas.
O motorista não ficou ferido e deixou o local logo depois do acidente. Edson disse que o carro, um Nissan Grand Livina, causou estragos na área onde funciona o escritório do estabelecimento, que estava fechado.
Veículo ficou com as rodas dianteiras suspensas após acidente 
(Foto: Matheus Ribeiro/TV Anhanguera)
Até as 13h50 deste domingo, o carro permanecia no local. Moradores e pessoas que passavam pela região ficaram curiosos com a forma que o veículo ficou pendurado e o trânsito apresentou lentidão. Fonte: Do G1 GO