21 de jun. de 2022

Hospital Universitário e Secretaria de Saúde de Lagarto discutem plano de contingência para atendimento durante Festival da Mandioca 2022

 

Objetivo é alinhar ações preventivas de atendimento ao participante que porventura venha a necessitar de cuidado e atenção à saúde durante evento

No último dia 15/06 aconteceu uma reunião envolvendo gestores do Hospital Universitário de Lagarto (HUL-UFS/Ebserh) e da Secretaria de Saúde de Lagarto onde oportunizou a apresentação do plano de contingência da unidade hospitalar e do município para atendimentos durante o Festival da Mandioca 2022.

O encontro aconteceu na Secretaria Municipal de Saúde, participaram, o secretário Marlysson Magalhães, o secretário adjunto Joacir Souza Santos e a diretora da Atenção Primária, Daniela Souza da Silva.

E pela unidade hospitalar, o superintendente Manoel Cerqueira Neto, a gerente de Atenção à Saúde, Camilla Santana, o chefe da Divisão de Gestão do Cuidado, Marcos Henrique, e a responsável pela Unidade de Pronto Atendimento de Urgência e Emergência do HUL, Vanessa Brito de Pinho.  

“Apresentar o planejamento dos dois pontos da Rede de Atenção à Saúde (Atenção Primária e HUL-UFS) fortalece o cuidado que será prestado de forma continuada durante o 9⁰ Festival da Mandioca”, destacou Daniela Souza da Silva. “Vários pontos de atenção foram analisados e ao final ficaram estabelecidos e fortalecidos os fluxos dos pacientes, a organização e reorganização física dos ambientes e a escala de profissionais que estarão trabalhando durante o evento”, reforçou a diretora.

“Tivemos uma reunião participativa e produtiva para alinhamento dos serviços a serem prestados no período em que acontece o Festival da Mandioca de Lagarto, para que conjuntamente possamos proporcionar atendimento ao participante do evento que porventura venha a necessitar de cuidado e atenção”, ressaltou por sua vez Vanessa Brito de Pinho.

Sobre a Rede Hospitalar Ebserh

O HUL-UFS faz parte da Rede Hospitalar Ebserh. Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) foi criada em 2011 e atualmente administra 40 hospitais universitários federais.

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) e apoiam a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas.

Devido a essa natureza educacional, os hospitais universitários são campos de formação de profissionais de saúde. Com isso, a Rede Hospitalar Ebserh atua de forma complementar ao SUS

 

7 de jun. de 2022

Gilson Félix dos Santos é empossado desembargador do Tribunal de Justiça de Sergipe

 O juiz de Direito Gilson Félix dos Santos é o mais novo desembargador do Tribunal de Justiça de Sergipe (TJSE). Sua posse aconteceu na última segunda-feira, 28, no auditório do Palácio da Justiça, em sessão solene híbrida com a presença do secretário Geral de Governo, José Carlos Felizola, que representou presencialmente o governador Belivaldo Chagas. A vice-governadora Eliane Aquino também acompanhou a solenidade, virtualmente.


“Quero parabenizar e desejar todo o sucesso ao desembargador, que chega à Corte mais alta do judiciário sergipano graças ao seu merecimento, trabalho e talento. É um momento, sem dúvida alguma, de alegria para o judiciário, que vê o Tribunal renovado e mantém os valores e qualidades que oferece. Aproveito, também, para enaltecer o grande trabalho realizado pelo desembargador Osório de Araújo Ramos nesses anos de serviço prestado à sociedade sergipana”, ressaltou Felizola.

A decisão do nome do juiz Gilson Félix dos Santos foi tomada em sessão administrativa realizada na quarta-feira, 24. O Pleno do TJSE promoveu, por unanimidade, pelo critério de antiguidade para o cargo de desembargador. Ele vai ocupar a vaga do desembargador Osório de Araújo Ramos Filho, que se aposentou em meados de maio depois de mais de quatro décadas de serviços prestados à magistratura. Ele não esteve presente no evento, mas foi lembrado pelo presidente da Associação dos Magistrados de Sergipe (Amese), Roberto Alcântara. “Foi professor da maioria, foi exemplo para juízes e advogados locais. O Dr. Osório sai após anos de serviços prestados. Um lorde, com muita paciência e dedicação para ensinar”, disse o juiz de Direito.

O desembargador Edson Ulisses de Melo reforçou a alegria com a chegada do agora desembargador Gilson Félix, a quem cita como um dos membros mais qualificados. “O judiciário se alegra com a chegada do Dr. Gilson Félix, um magistrado de carreira, que também esteve na vida do advogado, teve a trajetória da advocacia e isso lhe serviu de grande experiência para essa indicação. O Tribunal se glorifica pela presença dele, um homem que sempre esteve se portando com dignidade, honestidade e sabedoria. É uma alegria muito grande porque o Tribunal recebe um dos membros mais qualificados”, salientou o presidente do Judiciário, o desembargador Edson Ulisses de Melo.

Mudança

Para o novo empossado, os desafios serão os mesmos, apesar da mudança de instância. “Sou juiz há 32 anos, é só mais um passo na carreira, ou melhor, antes eu decidia sozinho, agora farei parte de um colegiado”, falou o desembargador que complementou: “não me apoio em sombras que inflamam, nem procuro proteção que me constrange. Serei o mesmo magistrado e exercerei a magistratura da mesma forma que o fiz”, finalizou seu discurso, emocionado ao lembrar, principalmente, de sua mãe durante discurso.

Currículo


O novo desembargador é formado em Direito pela Universidade Federal de Sergipe (UFS) em 1980. Advogou de 1980 a 1989, exercendo, inclusive, a função de Conselheiro da OAB/SE. Ele ingressou na magistratura em dezembro de 1989, atuando na Comarca de Nossa Senhora da Glória e de Nossa Senhora das Dores; Vara Criminal de Itabaiana, Juizado da Infância e Juventude, Vara Cível de Nossa Senhora do Socorro; 1ª Vara Privativa de Assistência Judiciária de Aracaju, que posteriormente se tornou a 19ª Vara Cível.

Gilson Félix também atuou como membro da Turma Recursal Juiz Eleitoral e membro do TRE/SE; Juiz Corregedor nos biênios 2003/2005 e 2011/2013; também foi presidente da Associação dos Magistrados de Sergipe no biênio 1994/1995.

Fonte: Governo de Sergipe

12 de mai. de 2022

Eleitores de Bolsonaro opinam em pesquisa que ele deve aceitar a derrota

 

De acordo com levantamento Genial/Quaest, 68% dos bolsonaristas responderam que Jair Bolsonaro deve aceitar o resultado das urnas

Até mesmo eleitores de Jair Bolsonaro dizem que ele deve respeitar o resultado das urnas nas eleições presidenciais.

                       Jair Bolsonaro, Supremo Tribunal Federal e uma urna eletrônica (Foto: Agência Brasil)

De acordo com a pesquisa Genial/Quaest feita entre 5 e 8 de maio, 68% dos bolsonaristas responderam que ele deve "aceitar a derrota". A informação é destacada na coluna da jornalista Mônica Bergamo na Folha de São Paulo.

Entre eleitores que desejam a vitória de Lula (PT), o percentual sobe para 92%. E 93% dos que não querem ver "nem Bolsonaro, nem Lula" eleitos querem que o atual presidente aceite eventual fracasso nas urnas.

No conjunto do eleitorado, 85% acreditam que Bolsonaro deve aceitar a derrota.

Entre os mais jovens, de 16 a 24 anos, o percentual chega a 91%. Já entre os que têm mais de 60 anos, ele cai para 78%.

Fonte: Site Brasil 247

11 de mai. de 2022

Prefeitura de Lagarto assina contrato com Caixa Econômica para Construção da 1ª Policlínica municipal da história de Sergipe

 


Um marco na saúde de Sergipe, a Policlínica Municipal de Lagarto tão sonhada pela população já é realidade, graças aos recursos destinados pelo deputado federal Gustinho Ribeiro. Na última sexta-feira a prefeita Hilda Ribeiro assinou o contrato com a Caixa Econômica Federal para liberação dos recursos para a construção.

R$6 milhões foram destinados à construção da primeira unidade no estado. Com esse avanço, Lagarto será conhecida nacionalmente como um polo de saúde no Estado de Sergipe.


A futura unidade de saúde irá ofertar uma série de especialidades médicas como: Pediatria, Ginecologia, Pneumologia, Cardiologia, Fonoaudiologia, Otorrinolaringologia e outras, além de exames laboratoriais e de imagens como raio-x, ressonância magnética, tomografia computadorizada e etc.


“É uma alegria imensa poder fazer parte desse marco na história do nosso município. A primeira Policlínica Municipal implantada no estado de Sergipe. Uma mega-estrutura que irá poder atender milhares de pessoas, com profissionais especializados e tecnologia de ponta. É mesmo uma honra estar aqui hoje dando mais um passo para o futuro de Lagarto.” Ressalta a prefeita Hilda Ribeiro.


As equipes da Prefeitura de Lagarto já estiveram visitando policlínicas de outros municípios e estados dentro da mesma realidade populacional de Lagarto, visando que o projeto esteja à altura da demanda, tanto da atual quanto da futura, da nossa cidade.

Fonte: Prefeitura de Lagarto