15 de abr. de 2020

HUL contará com hospital de campanha no enfrentamento ao Coronavírus


Nova estrutura garantirá mais leitos e equipe médica e assistencial específicos

Além da criação da Unidade de Doenças Respiratórias para triagem e atendimento de casos suspeitos ou confirmados de COVID-19 - em funcionamento desde o início de abril -, o Hospital Universitário de Lagarto (HUL-UFS/Ebserh) também instalará um hospital de campanha para oferta de mais leitos voltados para o cuidado e assistência a pacientes que possam ser acometidos pelo Coronavírus.
O hospital provisório ficará anexo à unidade hospitalar e contará com 20 leitos de média complexidade, que se somarão aos 46 leitos já abertos através da Unidade de Doenças Respiratórias (16 leitos para pacientes suspeitos e 30 leitos para pacientes confirmados).  Será erguido com estruturas metálicas, divisórias com laminado estrutural e cobertura e laterais em lona. O novo espaço será uma extensão do HUL no enfrentamento à COVID-19.  
Contará também com sala de espera, consultório, posto de enfermagem, sala de acolhimento, antecâmara de paramentação, antecâmara de desparamentação, vestiário, área para repouso de profissionais, além de área de conexão e acesso com o HUL. A equipe médica e assistencial que atuará no novo espaço de atendimento será formada por profissionais que serão convocados através de processo seletivo específico realizado pela Ebserh, com a contratação dos profissionais sendo iniciada já nesta quinta-feira, dia 16 de abril.     
O hospital de campanha do HUL será entregue entre 30 e 45 dias, com investimento da ordem de R$ 2,5 milhões em infraestrutura, além de R$ 1,5 milhão destinado a equipamentos. Recursos esses, viabilizados pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) para ações da unidade hospitalar de enfrentamento à COVID-19.  
Um hospital parceiro
“Recebemos com muita alegria a informação de que a Ebserh autorizou o HUL a implantar um Hospital de Campanha contendo 20 Leitos e que em breve servirão de reforços ao mapa de leitos hospitalares do estado”, destaca o diretor de Atenção Integral à Saúde da Secretaria de Estado da Saúde, João Lima Júnior. “Aproveito a oportunidade e parabenizo a gestão do hospital e a todos os trabalhadores que estão demonstrando compromisso e empenho nessa missão nobre de salvar vidas dos sergipanos”, ressalta.
O diretor da Secretaria de Estado da Saúde observa que o HUL tem sido um parceiro da Rede Estadual de Saúde no cenário de organização do Mapa de Leitos Hospitalares para enfrentamento da COVID-19. “Até o momento, representa a unidade hospitalar do interior do estado com o maior número de leitos colocados à disposição da rede, exclusivos para pacientes positivos”, observa.  “Dos 30 leitos cadastrados na SES, 20 são de enfermaria e 10 de UTI”, diz.  
João Lima Júnior enfatiza ainda que a parceria do Governo do Estado, através da SES, com a Universidade Federal de Sergipe (UFS) e a Ebserh tem sido fundamental para o desenvolvimento do SUS no estado. “E são nessas horas de crise que sabemos o quanto podemos contar com nossos parceiros”, afirma. “A gestão do HUL se organizou internamente desde o início, ajustou seus fluxos e ambientes no hospital e embora o pouco tempo estava preparada para integrar o Plano de Contingência do Estado”, diz.
Compromisso de gestão
O vice-reitor da Universidade Federal de Sergipe (UFS), professor Valter Santana, lembrou que o HUL foi adaptado para ao mesmo tempo executar uma assistência adequada e manter sua condição de hospital escola, e para prestar a assistência que se faz necessária aos pacientes acometidos com a COVID-19.  “Além da adaptação interna, com a criação da Unidade de Doenças Respiratórias, essa ampliação com a instalação de leitos provisórios deixará o HUL melhor preparado para esse enfrentamento, diminuindo a possibilidade de saturação de leitos em caso de aumento abrupto do número de pacientes que necessitem de internamento”, destaca.
Para o vice-reitor, essa ação demonstra um compromisso de gestão baseado em planejamento e no propósito da unidade hospitalar de prestar assistência de qualidade à população. “Sem dúvida, a estruturação desses espaços irá salvar muitas vidas”, ressalta. “No momento em que a rede de saúde precisa ser fortalecida devido à pandemia COVID-19, o HUL se apresenta como parceiro do Governo do Estado nesse enfrentamento, sendo indicado como uma das unidades de referência para a população”, diz.
Para Valter Santana, o HUL exerce um papel importante como centro de práticas para os alunos do Campus UFS Lagarto, e como espaço de interação contínua entre a atividade universitária e a população da região. “Do ponto de vista assistencial, o HUL exerce um importante papel para a Rede de Atenção à Saúde de Sergipe”, salienta. “ Parabenizo toda equipe do HUL pelas as ações desenvolvidas em benefício da sociedade sergipana bem como a EBSERH, parceira da UFS na gestão dos hospitais universitários, pelo apoio na concretização dessa iniciativa”, complementa.
Fortalecimento da Rede de Atenção à Saúde
Para o superintendente do HUL, professor Manoel Cerqueira Neto, o propósito da instalação do Hospital de Campanha pela unidade hospitalar é estruturar e preparar ainda mais o HUL para cuidar e atender pacientes que possam ser acometidos pela COVID-19. “A criação desses 20 leitos, fora os 46 leitos já disponibilizados com a Unidade de Doenças Respiratórias, fortalece a parceria entre as ações da SES e o HUL, como integrante que é da Rede de Atenção à Saúde do estado”, observa.  
Para Manoel Cerqueira Neto, a iniciativa favorece a região de saúde de Lagarto envolvendo e agregando todas as secretarias de saúde da regional. “Para o caso de a unidade ser eventualmente demandada para o atendimento de pacientes aqui da região Centro Sul de Sergipe”, comenta. “Como Hospital Universitário é nosso dever servir à população, papel que a Universidade Federal de Sergipe tem orgulho em fazer, além do ensino, pesquisa e extensão”, finaliza.
Os hospitais de campanha ajudam principalmente a desafogar a demanda por leitos para pacientes com Covid-19 de média complexidade, ou seja, usuários que devem permanecer internados, mas que dispensam a necessidade imediata de tratamento intensivo. Normalmente são utilizados para provisão de cuidados temporários de saúde em situações emergenciais, como é o caso da atual pandemia pela COVID-19.  
Sobre a Rede Hospitalar Ebserh
O HUL-UFS faz parte da Rede Hospitalar Ebserh. Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.
Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, apoiam a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Devido a essa natureza educacional, os hospitais universitários são campos de formação de profissionais de saúde. Com isso, a Rede Hospitalar Ebserh atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.
Fonte: HUL

Nenhum comentário:

Postar um comentário