28 de ago de 2018

HUL inova com adoção de prontuário online

Treinamento e implantaçãoTecnologia do HUL

Evolução de pacientes e dispensação de medicamentos serão por via eletrônica

Prescrição de medicamento, evolução médica e de enfermagem e dispensação de medicamentos passarão a ser informatizados no Hospital Universitário de Lagarto (HUL-UFS) com a adoção do Prontuário Online (POL). O sistema eletrônico começou a funcionar a partir da segunda quinzena de agosto.
O treinamento dos profissionais está sendo feito e em breve acontecerá a fase de simulação de funcionamento do novo sistema. A inovação é baseada no Aplicativo de Gestão para Hospitais Universitários (AGHU), sistema de gestão hospitalar desenvolvido e adotado pela Ebserh para apoiar a padronização, melhoria e resolutividade das práticas assistenciais e administrativas em suas unidades hospitalares.  
“A informatização de rotinas assistenciais está entre as boas práticas de saúde pelo mundo”, enfatiza o professor Valter Santana, superintendente do HUL. “O prontuário eletrônico é uma ferramenta que dá segurança para o serviço, pois com ele podemos acompanhar eletronicamente as rotinas do hospital”, destaca, lembrando que a iniciativa representa um passo importante de inserção do HUL na era tecnológica.

O sistema vai gerir o hospital em aspectos como prescrição e evolução médica; prescrição e evolução de enfermagem; monitoramento dos sinais vitais/clínicos dos pacientes; e controle de estoque e dispensação de medicamentos pelo setor de Farmácia.
“Esse processo de informatização das rotinas assistenciais é um sonho sempre desejado e que neste momento vai se concretizando”, ressalta o gerente de Atenção à Saúde do HUL, professor Manoel de Cerqueira Neto. Para ele, a iniciativa favorece o processo do cuidado de forma mais ágil e segura. “Beneficiando não somente o corpo clínico, mas toda a população que procura o Hospital Universitário em busca de acolhimento e atenção à saúde”, observa. 
"Raro um hospital pelo SUS ter um sistema de evolução e prescrição online, informatizado", descreve, por sua vez, Érico de Pinho Menezes, Diretor Técnico do HUL. "Isso motiva a equipe, renova a vontade de trabalhar, de cuidar, de assistir o paciente", diz, lembrando que a iniciativa diminui a chance de erros e desperdício de medicamentos, além de agilizar a comunicação entre os setores. "Evita-se letras que não se entendem, papéis que se perdem; fica tudo gravado, já prescrito pelo médico", adianta. 
A diretora Clínica e chefe da divisão do Cuidado, Evelyn de Oliveira Machado, lembra que a iniciativa do prontuário online é uma prática realizada em instituições privadas que agora chega ao HUL. “Agraciando não somente os profissionais do hospital como os pacientes, porque possibilita uma visão integral do cuidado em todas as esferas da assistência”, observa. “Além dos ganhos do ponto de vista ambiental, com redução de impressão de formulários e do gerenciamento de espaços dentro da unidade hospitalar”, diz.  
Tecnologia
Para o analista de TI da Ebserh/Sede, Luciano Nunes Guedes, o maior diferencial do prontuário online é o acesso aos dados do paciente em qualquer ponto da unidade hospitalar. “Sem a necessidade do desarquivamento do prontuário físico”, explica. “O sistema é acessado apenas internamente, não necessita de link de internet, possui servidores de aplicação com redundância para evitar que fique fora, e conta ainda com base de dados robusta e local, com seus dados sendo copiados várias vezes ao dia para garantir a consistência dos dados”, descreve. 
A chefe da divisão de Enfermagem, Luana Dantas, lembra que a implantação do novo sistema - e nele o módulo de prescrição de enfermagem - trará inúmeros benefícios e melhorias tanto para a assistência ao paciente quanto para os profissionais da unidade hospitalar. “Uma vez que estaremos realizando a sistematização da assistência de enfermagem (SAE), instrumento de organização e execução do processo de Enfermagem, de maneira informatizada e prática”, comenta. “O que favorecerá um acompanhamento holístico e minucioso do paciente, ajudando o enfermeiro a tomar decisões na sua prática assistencial”, comenta.
“Esse é um passo importante para que futuramente possamos implementar um sistema de gerenciamento dos medicamentos através de código de barras, facilitando ainda mais a logística e refletindo diretamente na segurança do paciente”, informa Fabrícia Alvisi Oliveira de Mendonça, responsável pela unidade de Abastecimento e Dispensação Farmacêutica do hospital. “E com o sistema digitalizado você gerencia a entrada e saída dos medicamentos de uma forma mais segura, trazendo benefícios em termos de farmacoeconomia e segurança do paciente”, completa.
Sobre a Ebserh
O HUL-UFS é filiado à Rede Ebserh, instituição vinculada ao Ministério da Educação (MEC) que administra atualmente 40 hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.
A empresa, criada em dezembro de 2011, também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações em todas as unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.

Nenhum comentário:

Postar um comentário