21 de dez de 2017

PSL nega filiação a Bolsonaro por "incompatibilidade" de ideias



O PSL-Livres negou, hoje quinta-feira (21), a filiação do deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) ao partido. Por meio de nota, a legenda alegou que há incompatibilidade de ideias entre a sigla e o parlamentar para justificar o motivo da não filiação.

Em entrevista ao site "Crítica Nacional", de conteúdo conservador e de direita, Bolsonaro disse, ontem, quarta-feira (20), que poderia se candidatar à Presidência da República em 2018 pelo PSL.


"Nós procuramos o PSL, foi uma conversa excepcional. Pelo que tudo indica, nós podemos ir para o PSL, que mudaria de nome, que mudaria o estatuto, e mais importante: eu teria 100% de chance de disputar no ano que vem como candidato a presidente da República", afirmou Bolsonaro ao site.

No comunicado publicado nas redes sociais, o PSL-Livres admitiu que Bolsonaro se reuniu com o presidente da legenda, Luciano Bivar, mas classificou o deputado como um representante do "autoritarismo" e da "intolerância" e tanto na economia quanto nos costumes. "Não procedem, de forma alguma, as notícias de que o deputado federal Jair Bolsonaro possa se filiar ao PSL.

 Até agora, o deputado vinha negociando filiação com o PEN/Patriota, mas não há decisão.

Veja a íntegra da nota do PSL:

 Nota de esclarecimento.

 PSL-Livres descarta filiação de Bolsonaro.

1)Não procedem, de forma alguma, as notícias de que o deputado federal Jair Bolsonaro possa se filiar ao PSL.

2) Após solicitação feita por Bolsonaro, o presidente nacional do PSL e também deputado federal, Luciano Bivar, recebeu-o em reunião.

3) Em função das evidentes e conhecidas divergências de   pensamento, o projeto político de Jair Bolsonaro é absolutamente incompatível com os ideais do Livres e o profundo processo de renovação política com o qual o PSL está inteiramente comprometido.

4) Bolsonaro representa o autoritarismo e a intolerância tanto na economia quanto nos costumes, sendo a antítese completa das nossas ideias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário