14 de jun de 2017

Fascismo: um movimento político que se tornou um adjetivo pejorativo

Patrycia Nascimento
O fascismo foi um movimento político, de tendência ditatorial e totalitária, que ocorreu entre os anos 1883 e 1945, tendo como líder Benito Mussolini, que foi deposto do governo da Itália em 1943 e capturado por tropas aliadas. Em 1945 o líder fascista foi fuzilado e o movimento político que ele liderava chegou ao fim.
No entanto, no atual conturbado cenário político brasileiro é possível observarmos o comum uso desse termo como um adjetivo pejorativo para ofender quem está no lado oposto da posição política do sujeito, que cada dia se polariza com mais intensidade no país.
O uso dessa expressão que denomina um movimento político ocorrido em local e período específico denota a total falta de conhecimento histórico, ou o desprezo deste, em prol de ofender quem não coaduna com as mesmas ideologias defendidas pelo indivíduo.
A falta de respeito pelas diferenças de opiniões e o respeito por quem defende ideais diferentes são bases fundamentais para nortear as relações interpessoais e devem ser preservada a todo tempo. Jamais as diferenças de opinião devem ser tratadas em tom odioso, afinal a pluralidade é necessária para facilitar melhorias e promover avanços.
Por fim, além de rever os modos de lidar com as diferenças de opinião, vê-se a necessidade de um maior aprofundamento na busca de conhecimento histórico e político, principalmente da parte destes que regem o papel de governantes em nossa nação. Fascismo é autocracia. Divergência de opinião é questão de escolha.

Por: Patrycia Nascimento publicado no jornal Impresso Folha de Lagarto

Nenhum comentário:

Postar um comentário