5 de dez de 2016

Ibrain Monteiro pode presidir a Câmara de Vereadores de Lagarto

Mas para quem achar que há um jogo de cartas marcadas nessa história, uma surpresa

Para alguns pode parecer um arranjo que só mesmo o poder pode construir. Mas o fato da possibilidade , cada vez mais rea, de que Ibraim Monteiro, PTC, vereador eleito com a maior votação da cidade - ao lado de Baiano do 13, PSB, empatado com 1.627 votos - venha a se tornar o novo presidente da Câmara de Vereadores em 2017 não é nada tão óbvio assim, mesmo que Ibraim seja filho do prefeito eleito Valmir Monteiro, PSC. “Nós temos trabalhado muito para conseguir a maioria. E com o apoio do PPS lideram em Lagarto pelo advogado Itamar Santana, conseguimos um total de 12 para a nossa base de sustentação”, diz Ibrain.


O fato é que a coligação que apoia Valmir elegeu nove parlamentares: Baiano do 13,PSB; Ibrain Monteiro, PTC; Jailton da Mercearia, PRP; Joselmo de Antônio Simões, PSC; Fábio Frank, PRP; Gordinho de Jorge da Laranja, pRP; Soró, PRP; Zé do Perfume, PSC; e Eduardo de João Maratá, PR. Com o apoio confirmado por Ibrain do PPS somam-se mais três vereadores: Creusa dos Oiteiros, Josival dos Brinquedos e Clayton Moore.

“A questão principal é dar uma maioria efetiva ao prefeito, para que a Câmara possa trabalhar em comum acordo com a gestão municipal no sentido de desenvolver a cidade e levando para votação de projetos de interesse da maioria da população”, analisa Ibrain. sem deixar de colocar o seu nome como o do consenso já estabelecido. “Nosso nome está firme para a presidência. O restante da composição da mesa deixaremos para mais próximo da eleição em si”, afirma Ibrain. A escolha da mesa diretora se dará no dia 1º de janeiro de 2017, pouco antes da posse do novo prefeito.

“Ele que fez”
Mas para quem achar que há um jogo de cartas marcadas nessa história, uma surpresa: pai do vereador, o prefeito eleito Valmir Monteiro relata comos e deu a eleição de Ibrain em 2016. “Ele fez por ele mesmo. Eu, como candidato a prefeito, não poderia de maneira alguma demonstrar minha preferência: afinal, eram muitos candidatos a vereador e eu não poderia priorizar um só, ainda mais sendo meu filho”.

Para Valmir, a grande votação de Ibrain é fruto de seu trabalho. “Por mim ele nem entraria na política. Mas ele é maior de idade, pai de família e sabe o que quer pra ele. O que eu vi foi um jovem empenhado, lutador, e que, com seu trabalho conquistou muitas amizades. o resultado é este aí: foi eleito e muito bem votado”, afirma Valmir Monteiro.

Quanto à eleição para a Prtesidência da Câmara, mais uma vez Valmir se isenta. “Existem bons nomes. O de Ibrain é um deles. Mas não cabe ao prefeito se envolver diretamente. Os vereadores é quem devem decidir.
“Se o escolhido for Ibrain, terá todo meu apoio. Mas são eles, o vereadores quem decidirão”.

Para Ibrain o fato de presidir o Poder, enquanto o pai comanda outro não é problema. “O que for melhor para o povo colocaremos em votação, sempre. E o que precisar ser discutido assim será. Tenho com meu pai um diálogo aberto e sincero. E iremos, se assim os vereadores amigos quiserem, fazer uma parceria que ajudará Lagarto a ser cidade que todo povo merece”, finaliza Ibrain Monteiro.

Fonte: Jornal Cinform


Nenhum comentário:

Postar um comentário