30 de mai. de 2016

Mercado de Lagarto está com reforma e ampliação em fase final

Obra do Proinveste tem investimentos de R$ 16.329.441,90
Com investimentos de R$ 16.329.441,90, a reforma e ampliação do Mercado Municipal de Lagarto, a 71 km de Aracaju, estão em fase final.  A obra tem recursos do Programa de Apoio ao Investimento dos Estados (Proinveste) e já conta com a conclusão da construção de 223 boxes, onde serão comercializados pescados e carnes variadas.
Localizado na rua Laudelino Freire, próximo à principal avenida e a uma das mais importantes praças da cidade, o mercado ocupa área construída de 9.510,79 m². Erguido em dois pavimentos, o térreo tem 6.752.40 m² e é dividido em dois setores. Em um deles, serão construídos 298 boxes destinados a comercialização de frutas, legumes, verduras e cereais de três modelos diferentes (202 do tipo um, 81 do tipo dois e 15 do tipo três), com prateleiras em metal e depósito internos.
“O mercado está praticamente finalizado, faltando pequenos reparos. O novo espaço conta com tudo que há de mais moderno para oferecer qualidade e satisfação para clientes e comerciantes do município. É mais uma obra do Proinveste que vai mudar a vida dos cidadãos. O que falta para finalizar a obra é a construção da câmara frigorífica. Finalizada essa parte, o mercado já pode ser entregue”, disse Valmor Barbosa, secretário de Estado de Infraestrutura.

19 de mai. de 2016

Profissionais de saúde do Hospital Regional de Lagarto foram vacinados contra a gripe H1N1

Profissionais de saúde e demais trabalhadores do Hospital Regional Monsenhor João Batista de Carvalho Daltro (HRL), em Lagarto, na região Centro-sul de Sergipe, começaram a ser vacinados esta semana contra a gripe H1N1. A vacinação, iniciada segunda (16), faz parte da Campanha Nacional realizada em todo o país pelo Ministério da Saúde (MS), e coordenada em Sergipe pela Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Este ano, a campanha para profissionais e demais trabalhadores do HRL se estendeu até  a quarta-feira (18). “Nos dois  primeiros dias (segunda e terça-feira), a vacinação 
foi  feita  nos  três  turnos – manhã, tarde e noite – e na quarta-feira(18 foi destinada apenas aos profissionais que atuam no plantão  noturno”, explicou a enfermeira Daniela de Matos Pereira,  do Serviço Controle de Infecção Hospitalar (SCIH), que  coordenou a campanha internamente no HRL.  A imunização foi realizada no HRL em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Lagarto, responsável pela aplicação da vacina. 

12 de mai. de 2016

Novo sistema otimiza abastecimento de oxigênio para o Hospital Regional de Lagarto

O Hospital Regional Monsenhor João Batista de Carvalho Daltro (HRL), em Lagarto, na região Centro-Sul de Sergipe, passou a contar esta semana  com um novo sistema de abastecimento de oxigênio  medicinal. O novo sistema, que utiliza um tanque com capacidade para quase 13 mil metros cúbicos, substitui ao anterior, à base de cilindros.

O primeiro carregamento do  reservatório foi  feito  na  tarde de ontem quarta-feira (11). “Primeiro realizamos  o resfriamento do tanque, que levou cerca de cinco horas e depois, o abastecimento propriamente dito, cuja operação  durou entre uma hora a uma hora e 40 minutos”, explicou Amaro da Silva  Xavier, técnico industrial  da CR Oxigênio, Gases e Equipamentos, empresa responsável  pelo fornecimento do produto.

2 de mai. de 2016

Juiz de Lagarto Sergipe Bloqueia o WhatsApp no Brasil

Bloqueio começou às 14h de hoje; Justiça de Sergipe/Lagarto quer interrupção por 72 horas. Pedido integra investigação criminal que prendeu executivo do Facebook.


O bloqueio ao aplicativo WhatsApp começou a valer a partir das 14 horas desta segunda-feira (2) para clientes de TIM, Oi, Vivo, Claro e Nextel.
A Justiça de Sergipe mandou as maiores operadoras de telefonia do país suspenderem o acesso dos brasileiros ao aplicativo de mensagem instantânea por 72 horas.
A multa para as empresas em caso de descumprimento é de R$ 500 mil. Segundo o Sinditelebrasil, sindicato das operadoras, todas as empresas – TIM, Oi, Vivo, Claro e Nextel – foram notificada e afirmaram que vão cumprir a determinação judicial.
A decisão é do juiz Marcel Maia Montalvão, da Vara Criminal de Lagarto, em Sergipe. O magistrado atendeu a um pedido de medida cautelar da Polícia Federal, que foi endossado por parecer do Ministério Público.