15 de jun de 2015

Testemunhas relacionadas deputados faltam audiência



Elas têm vínculo com Suzana Azevedo, Antônio dos Santos e Raimundo Lima.
‘Caso Subvenções' está na fase de depoimentos de testemunhas de defesa.

O juiz Fernando Escrivani Stefaniu, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), ouviu o depoimento de apenas uma das cinco testemunhas convocadas para audiência na tarde da ultima quinta-feira (11) sobre o ‘Caso Subvenções’, que investiga o suposto uso irregular de verbas da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese).
Dos convocados, faltaram Gilson Oliveira de Freitas, Igor Leonardo Moraes Albuquerque, Deoclécio Vieira Filho e José Raymundo Ribeiro. Apenas Diógenes Almeida Barreto atendeu à convocação da Justiça e prestou esclarecimentos sobre o caso. De acordo com o TRE, todas as testemunhas citadas são relacionadas aos então deputados estaduais Antônio dos Santos, Suzana Azevedo e Raimundo Lima.
Os promotores Eunice Dantas Carvalho e José Rômulo Silva Almeida, do Ministério Público Federal (MPF), também conduziram a audiência que investiga denúncias do uso da verba destinada para entidades sociais como forma de benefício eleitoral em 2014.
Esta fase do processo, que corresponde a coleta de depoimentos das testemunhas de defesa, teve início no dia 28 de maio e tem previsão de término no dia 16 de junho. "Como elas são testemunhas de defesa o MPF só insistiria em ouví-las se entendêssemos que havia relevância", afirma a promotora Eunice Dantas.
Na audiência realizada na manhã desta quinta-feira (11) foram ouvidas cinco testemunhas e representantes das associações beneficiadas pelo deputado estadual Venâncio Fonseca.

Fonte: G1 SE

Nenhum comentário:

Postar um comentário