27 de dez de 2014

Relembre os nomes de quem nos deixou em 2014



O Portal Lagartense inicia neste sábado (27) sua retrospectiva com uma série de matérias que lembrarão os principais fatos ocorridos neste ano de 2014 no município de Lagarto e região ou que envolveram pessoas da cidade. E na primeira matéria da série, o portal vai relembrar os que se foram neste ano, deixando saudades. 
Por:  Italo Duarte Portal Lagartense

Um dos grandes nomes da Academia Lagartense de Letras (ALL) se despediu pela última vez em julho deste ano. Doutor Joaquim Prata [foto ao lado] deixou esposa e filhos, mas escreveu seu nome na história de Lagarto ao exercer uma digna carreira de advogado, na qual dirigiu na região centro-sul de Sergipe a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e foi defensor público, além de sua contribuição na vida pública como diretor de turismo, presidente do Rotary Club e membro fundador da Associação Cultural de Lagarto (Ascla) e do Instituto Lagartense de Cultura (Ilac).
Outro filho ilustre de Lagarto que deixa saudades é José Marcelino Prata. Proprietário de uma das mais antigas funerárias do município, ele morreu no dia 5 de outubro aos 92 anos. Muito conhecido na cidade, José Marcelino também deixa seu nome gravado na história do Brasil, já que foi um dos brasileiros que participou da 2ª Guerra Mundial.
Também muito conhecido em Lagarto, José Luiz Santos Andrade, o Lú do Bar, não era lagartense de nascimento, mas era como se fosse. Muito querido por desportistas, ele por muito tempo jogou no time de futebol profissional da cidade e comandava um dos bares mais famosos do município. Lú morreu em junho aos 71 anos de idade em sua residência vítima de um infarto fulminante.
Outros nomes que também partiram foram os de Emerson de Almeida Souza, o Totoca, sobrinho do vereador Xexeu, homenageado pelo jogador lagartense Diego Costa, o pai do radialista JC, Dênis, assim como o pai do deputado federal Rogério Carvalho, Nourival, e o pai de Carlos Augusto Monteiro Nascimento, presidente da OAB, em Sergipe, o lagartense José Vieira Nascimento.
Na imprensa, o radialista da Jenipapo FM, João Paulo dos Santos, de 31 anos, e o jornalista lagartense Carlos Tadeu também faleceram neste ano de 2014. Além deles, também foi dado o último adeus ao motorista José Antônio de Menezes, popularmente conhecido como Meroba, pai do músico Marcelo Zane, e Pedrinho Valadares, simãodiense que morreu no trágico acidente aéreo que vitimou fatalmente o presidenciável Eduardo Campos.
Transcrito do Portal Lagartense

Nenhum comentário:

Postar um comentário