30 de out de 2013

Lagartense Diego Costa: 'O correto seria jogar na Espanha. Foi onde consegui tudo'

Lagartense de nascença iniciou seu futebol na Escolinha de Futebol infantil aqui na cidade de Lagarto, que teve como seu primeiro treinador Flavio Augusto, o Flavinho, hoje com treinador de mais de 200 jovens e crianças no comando da Escolinha Bola de Ouro que tem o apoio deste ilustre lagartense Diego Costa que virou celebridade nos rols do esporte mundial, e que  vinha sendo alvo de disputa por duas gigantes campeãs mundiais do futebol, a Espanha e o Brasil, vindo o mesmo a optar por defender as cores da Espanha e não do País em que nasceu, Diego optou pela Espanha foi onde segundo ele, agradece aquele País por seu crescimento e oportunidade que teve.
Enfim a cidade de Lagarto, seus familiares e amigos estão torcendo por você Diego, e sua trajetória de luta em defesa do esporte, em principal o futebol possa lhe render muitos novos frutos, afinal hoje você é uma referencia mundial para todos, principalmente sua cidade natal, Lagarto, localizada a 79 km da capital sergipana.


Um dia após a Federação Espanhola de Futebol anunciar a preferência de Diego Costa pela Espanha, o atacante se manifestou de forma oficial sobre a escolha pela Fúria. Ao site oficial do Atlético de Madrid, o jogador afirmou que abriu mão da convocação de Luiz Felipe Scolari para a seleção brasileira por conta do carinho do torcedor espanhol.
- Repensei, e o correto seria jogar na Espanha. Foi onde consegui tudo. O que consegui na minha vida foi neste país, pelo qual tenho um carinho especial - afirmou Diego Costa.
O atacante disse ainda que a decisão não foi fácil. As dúvidas sobre defender o país onde nasceu e o local que o consagrou mexeram com a cabeça de Diego nas últimas semanas. No entanto, na última terça-feira, a escolha foi definida.
- Foi uma decisão bastante complicada porque estive entre o país no qual nasci e o país que me deu tudo. Pensei e decidi jogar pela Espanha. Alcancei todos os meus objetivos e tive um crescimento em minha vida pessoal. Então eu tenho um carinho especial pela Espanha e sinto o carinho das pessoas diariamente.
Diego Costa não citou as declarações de Luiz Felipe Scolari ao site da CBF, mas fez questão de afirmar que não renunciou ao Brasil.
- Quero que as pessoas entendam que em momento nenhum eu renunciei ao Brasil. Não vejo assim. Simplesmente eu me sinto valorizado aqui. Tudo o que eu sou eu devo ao país. Foi uma decisão muito pensada, mas não foi uma renúncia. Tenho familiares no Brasil, onde nasci e onde viverei quando encerrar a minha carreira. Espero que as pessoas entendam e respeitem a minha decisão - disse o jogador.
Após explicar os motivos que o levaram a escolher a Espanha, Diego Costa comentou como será defender a equipe comandada por Vicente del Bosque.
- Defender esse uniforme tem um peso grande. É uma honra muito grande para a vida de um jogador profissional. A partir do momento em que Del Bosque me convocar e eu puder jogar cinco, dez, 15 minutos, vou dar tudo o que eu posso porque eu sou assim.
Diego Costa revelou ainda que teve uma conversa com Vicente del Bosque sobre a reação dos jogadores da Espanha. Segundo o atacante, de acordo com o treinador, os atletas da Fúria aprovaram a convocação do atleta para os próximos amistosos da Espanha.
GloboEsporte.Com


Nenhum comentário:

Postar um comentário