18 de set de 2013

Valadares diz que não é candidato a governador, nem quer Filho vice

247 – O senador Antônio Carlos Valadares (PSB) voltou a negar qualquer possibilidade de disputar o governo do Estado em 2014. Em entrevista ao jornalista Joedson Teles, ele também reafirmou sua disposição em apoiar a candidatura do governador em exercício Jackson Barreto (PMDB), além de frisar que não é verdadeira a informação de que o deputado federal Valadares Filho (PSB) será colocado como nome do partido para a candidatura de vice-governador. Confira os principais trechos da entrevista:


O senhor, hoje, é aliado do governador em exercício Jackson Barreto, que já se lançou pré-candidato ao governo, em 2014. Quais as chances desta harmonia com João Alves chegar a um único palanque?
Teremos uma eleição difícil no próximo ano. Torço para que Jackson Barreto, em 2014, como pré-candidato e coordenador natural das articulações políticas a serem feitas no período apropriado, possa arrumar bem o time para a grande vitória.

O senhor acredita que sua decisão em Sergipe será tomada com total independência ou, necessariamente, passa pelo destino de Eduardo Campos, que em sendo candidato a Presidente da República, precisará de um palanque em Sergipe?
O PSB Nacional, qualquer que seja o quadro político, não irá modificar os entendimentos e acordos nos estados.

De zero a 10, qual a chance de Antônio Carlos Valadares disputar o Governo do Estado?
De zero a 10, zero.  Senado para mim é sinônimo de paz, de trabalho, onde sou dono da minha vontade que a exerço com responsabilidade. Fui governador num tempo de inflação galopante de 80% ao mês. Mas, apesar de dificuldade tão gigantesca, o governo conseguia satisfazer a maioria, sem tanta dependência do governo central, sem as limitações e interferências que bloqueiam, travam ou retardam a gestão administrativa. Os tempos mudaram e muita coisa melhorou em termos de controle na aplicação dos recursos públicos. No entanto, as etapas a cumprir para se fazer uma obra deixam o administrador numa situação em que as pessoas pensam que nada anda, e que tudo é incompetência, o que muitas vezes é injusto. Em compensação, os recursos são ainda mais escassos, enquanto que as reivindicações que são muitas delas justas, se multiplicam em progressão geométrica.

Em off, aliados do senhor asseguram que o seu maior projeto para 2014 é emplacar o deputado federal Valadares Filho como candidato a vice-governador numa chapa com chances reais de vitória? Procede a informação?
O nosso partido luta para manter a sua representação na Câmara dos Deputados. Se Valadares Filho não for candidato, dentro do nosso partido não vislumbro nenhuma possibilidade de termos um federal. Portanto, não procede a informação.


Nenhum comentário:

Postar um comentário