18 de set de 2012

Rajadas de 83 Km/h deixam estragos em Criciúma



Rajadas de ventos acima de 80 Km/h, conforme a Climaterra, deixaram estragos na região de Criciúma, na tarde desta segunda-feira. Pelo menos duas escolas ficaram destelhadas. A queda de árvores interditou cerca de três ruas, até ás 17h. Numa escola, no bairro Boa Vista, uma árvore caiu sobre o fio de alta tensão e parte da calçada ficou energizada. Em minutos, a temperatura despencou 10 graus no centro de Criciúma.

Com o apoio da Polícia Militar, a Defesa Civil de Criciúma deslocou-se até a Escola Lindolfo Collor, no bairro Boa Vista. A queda de um pinheiro, com cerca de oito metros de altura, interditou a Rua Gov. Celso Ramos e deixou parte da região do Pinheirinho sem energia. Em razão de árvore e parte da calçada ter ficado energizada, a coordenadora da Defesa Civil, Angela Mello, seguiu no local até a chegada da Celesc. As escolas destelhadas estão localizadas nos bairros no São Defende e São Francisco.
No bairro Michel, um transformador caiu em cima de um carro, na Rua Joaquim Nabuco. No Rio Maina, o Corpo de Bombeiros Militar foi acionado para retirar uma árvore de interditou uma rua de acesso ao Caravaggio.
No bairro Pinheiro, a queda de um coqueiro assustou moradores da Rua Imigrante Meller. A árvore chegou a interditar a garagem de um prédio e uma residência e, ainda, destruiu a garagem de uma casa. Na Álvaro Catão, o vento desta tarde derrubou dezenas de outdoors ao longo da rodovia.
Fonte: Portal Clicatribuna de Criciuma

Nenhum comentário:

Postar um comentário