14 de set de 2012

Doença desconhecida deforma aparência de mulher no Texas



Pesando 28 kg, Lizzie 23, não tem gordura corporal e vive a base de suplementos vitamínicos.
Lizzie Velasquez, de 23 anos, que mora no Texas (EUA), possui uma doença desconhecida que deformou a sua aparência.
A mulher não possui tecido adiposo, o que significa que ela não tem gordura corporal e, apesar de comer 60 pequenas refeições por dia, ela pesa somente 28 kg.
Ao nascer quatro semanas antes da data prevista, os médicos descobriram que havia pouco líquido amniótico para protegê-la no ventre. Além disso, eles disseram que Lizzie não poderia andar, falar ou ter uma vida normal.
Apesar de um diagnóstico negativo e por ter uma estatura pequena, os ossos e os órgãos da mulher se desenvolveram normalmente.
Hoje, Lizzie faz parte de um estudo genético executado pelo professor Abhimanyu Garg, da Universidade do Texas. Ele e sua equipe acreditam que ela tenha Síndrome Neonatal Progeroides, uma condição que acelera o envelhecimento, a perda da gordura no rosto e no corpo e a degeneração dos ossos.
Mesmo nessas condições, ela não toma medicamentos, mas vive a base de suplementos vitamínicos e de ferro para se manter saudável.
Com essa história de vida, Lizzie já escreveu seu segundo livro sobre sua luta para ser aceita e, com isso, tenta ajudar outras pessoas, em situação semelhante, a enfrentar o bullying, a negatividade e a fazer bons amigos.
Fonte: r7


Nenhum comentário:

Postar um comentário