15 de mar de 2012

Audiência pública discute políticas para o esporte e cidadania de Lagarto


Hoje pela manhã 15 de março dia, em que se comemora o “Dia da Escola”, estudantes, professores, vereadores, gestores públicos e empresários, estiveram reunidos no Ginásio de Esportes do Colégio Frei Cristóvão de Santo Hilário para iniciarem a construção do plano quadrienal do esporte e da cidadania do município de Lagarto.

O encontro, foi uma realização da Câmara de Vereadores e da Prefeitura de Lagarto, onde aproveitou a oportunidade de debater incentivos e melhorias nas ações pedagógicas e administrativas nos próximos quatro anos que serão desenvolvidas para as crianças e adolescentes lagartenses. Todas as propostas serão subsídios para o Selo Unicef, onde Lagarto é aprovado todos os anos.
O presidente da Câmara de Vereadores, Wilson Fraga de Almeida (XEXEU), abriu a sessão, falou da importância do evento. “Nunca, em 20 anos que estou como parlamentar, participei de uma audiência pública desse caráter, em que podemos debater o melhor para a nossa juventude lagartense”, afirmou.
O representante da Escola do Legislativo de Sergipe, Rogério Reis, disse da seriedade em se pensar o indivíduo de maneira plena. “Incentivamos a cultura, porque entendemos que tanto o esporte e o lazer não são itens supérfluos, porque eles formam o caráter do cidadão e temos a chance nesse momento de contribuir para a formação do jovem”, complementou.
O palestrante do dia, o promotor de Justiça, Deijaniro Jonas Filho, falou da amplitude do tema discutido, já que são direitos e garantias fundamentais assegurados pela Constituição Brasileira de 1988. “A nossa última constituição que tem como foco a pessoa humana, garante que todas as pessoas são iguais perante a lei e têm direitos à saúde, educação, lazer e segurança”, informou, acrescentando que pesquisas em todo o mundo mostram que quando se investe em educação, menos incidências de drogas e crimes terão.
O prefeito Valmir Monteiro falou da alegria e do orgulho, enquanto gestor, em poder discutir questões relativas à cidadania e ao social em Lagarto, que irão contribuir para a qualidade de vida da juventude, independente de questões político-partidárias. “Estamos elencando políticas públicas e construindo mecanismos para o esporte e seremos mais uma vez referência como um município que investe na área educacional. Nós, enquanto lagartenses, devemos nos sentir orgulhosos, em valorizar o ensino público, com a reforma de escolas, construções de quadras de esportes, creches e, o melhor, como um dos primeiros municípios brasileiros, a pagar o piso salarial dos professores”, afirmou.
Alunos representando cada escola presente no evento aproveitaram a oportunidade para dar noções de esporte, cidadania, Selo UNICEF, agradecer melhorias na comunidade e solicitar projetos sociais para as escolas.
Já todos os vereadores presentes na audiência falaram desse dia importante em que estiveram reunidos, autoridades e a classe estudantil para debater políticas de cidadania para os jovens, da instalação nos últimos anos de universidades para o município, a aprovação de uma lei que determina palestras semestrais sobre drogas nas escolas e a referência do município como sempre sair à frente no pagamento do piso do magistério.
De acordo com um dos organizadores do Esporte e Cidadania, Aristides Libório, o projeto tem como finalidade oportunizar aos estudantes atividades de inclusão dos mesmos em atividades esportivas e sócio-culturais, proporcionados pelo programa. Além disso, através do esporte, os indivíduos melhoram sua autoestima e a inclusão social.
“Segundo as diretrizes e base do selo UNICEF e esporte cidadania, que priorizam a inclusão e participação da criança e do adolescente em práticas que visem o desenvolvimento social e motriz, diz que toda criança e cada adolescente deve ter acesso garantido ao esporte seguro e inclusivo. Não importando sua idade, raça, gênero ou orientação sexual. Também não faz diferença se as crianças e os adolescentes moram na zona urbana ou rural, se têm habilidades ou não. O objetivo é que todos possam participar de projetos e ações de esporte e lazer”, informou Aristides.
Por: Daniela Domingues / Fotos: Junior Secom

Nenhum comentário:

Postar um comentário