4 de mar de 2012

Após assumir pré-candidatura a prefeitura de São Paulo, Serra sobe e vai a 30 pontos, diz Datafolha


Jose Serra (Foto: Roney Domingos/ G1)
Pré-candidato do PT, Fernando Haddad alcançou 3 pontos na pesquisa. Instituto Datafolha ouviu 1.087 eleitores nos dias 1º e 2 de março.
A primeira pesquisa Datafolha após José Serra (PSDB) assumir sua pré-candidatura apontou que o tucano subiu nove pontos percentuais em relação à pesquisa anterior e lidera com 30% das intenções de voto a disputa pela Prefeitura de São Paulo.

O Datafolha ouviu 1.087 eleitores entre quinta (1º) e sexta-feira (2). A pesquisa foi publicada na edição de hoje, domingo (4) do jornal "Folha de S.Paulo".
A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) sob o número 00009/2012.
No levantamento anterior, realizado entre 26 e 27 de janeiro, Serra tinha 21% das intenções de voto. O tucano anunciou na última terça (28) sua pré-candidatura e disse que pretende participar das prévias do PSDB para definição de um nome para concorrer à prefeitura da capital paulista. José Serra lidera em todos os cenários analisados pelo Datafolha.
O pré-candidato do PRB, Celso Russomanno, aparece em segundo lugar com 19% das intenções de voto, uma oscilação positiva de dois pontos percentuais em relação ao levantamento anterior, quando tinha tinha 17%.
O ex-ministro Fernando Haddad, que deixou o governo da presidente Dilma Rousseff para disputar a eleição e tem como padrinho político o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, oscilou um ponto para baixo em relação a janeiro e aparece com 3% das intenções de voto.
O vereador Netinho (PC do B) aparece com 10% das intenções de voto contra 11% no levantamento anterior. O deputado federal Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força (PDT), manteve os 8% da última pesquisa, enquanto que a ex-vereadora Soninha Francine (PPS) oscilou dois pontos para baixo e obteve 7%.
O candidato do PMDB, deputado federal Gabriel Chalita, tem 7% das intenções de voto ante 6% na última pesquisa.
O ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil em São Paulo (OAB-SP) Luiz Flávio Borges D´urso aparece com 1%, mesmo percentual de Levy Fidelix (PRTB). Brancos e nulos somam 11% e 3% não souberam responder.
Outros cenários - Em cenários nos quais são colocados um menor número de candidatos, o melhor desempenho de Fernando Haddad é 8% das intenções de voto. No entanto, o Datafolha revela que 41% dos eleitores conhecem Fernando Haddad, enquanto que 99% conhecem o ex-governador José Serra.
Em um cenário em que só disputam Serra, Chalita e Haddad, o tucano obtém 49% das intenções de voto e poderia ser eleito no primeiro turno, aponta o Datafolha.
Saída de Serra - O Datafolha também perguntou aos eleitores se eles tinham conhecimento de que Serra deixou a prefeitura em 2006 para se candidatar ao governo de São Paulo. Dos ouvidos, 76% declararam ter conhecimento, ante 19% que disseram que não sabiam. 5% não souberam responder.
Dos ouvidos, 66% consideram que José Serra agiu mal ao deixar a prefeitura para pleitear outro cargo e 26% avaliam que ele agiu bem. 7% não souberam responder.
66% também consideram que, caso Serra seja eleito, ele se afastará da Prefeitura de São Paulo para concorrer à Presidência da República. Nesta semana, o tucano afirmou que, se eleito, cumprirá o mandato até o fim. "É mais do que uma promessa", afirmou. As prévias do PSDB para a definição de um nome estavam marcadas para este domingo (4), mas foram adiadas para o dia 25. Fonte G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário