10 de jan de 2012

Mais um Serviço Implantado: FHS ativa hemodiálise para pacientes internados no Hospital de Lagarto


Pacientes em estado grave que sofrem de insuficiência renal crônica e estão internados no Hospital Regional Monsenhor João Batista de Carvalho Daltro (HRL), em Lagarto, município da região Centro-Sul de Sergipe, passaram a dispor de um novo serviço. Desde a última sexta-feira, 6, o hospital, uma das unidades gerenciadas pela Fundação Hospitalar de Saúde (FHS), ativou o serviço de hemodiálise intra-hospitalar para esses usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) atendidos nesta região do estado.
Emanuel Messias
"Este serviço de diálise no Hospital Regional de Lagarto atende a uma expectativa da gestão da Fundação Hospitalar de Saúde de cada vez mais descentralizar os atendimentos, ou seja,  reduzir a necessidade de transferências de pacientes para Aracaju", explica Emanuel Messias Barbosa, diretor geral da FHS. O hospital é um das duas novas unidades regionais construídas pelo Governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e o primeiro a dispor de uma unidade de terapia intensiva no interior sergipano, como parte da Reforma Sanitária Gerencial e Sanitária do SUS iniciada em 2007..
Dr. Fabio Mendes
Segundo o médico Fábio Mendes Fernandes, diretor técnico e superintendente interino da unidade, o serviço vai atender prioritariamente os pacientes graves, que estejam internados em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) ou em estado crítico das áreas Vermelha e Amarela, que tenham quadro de insuficiência renal e, portanto, necessitem de diálise. "Hoje, com esse serviço instalado e funcionando, nós teremos condições de dialisar todos os pacientes que porventura precisem de hemodiálise e que estejam internados neste hospital", ressalta Fábio Mendes.
A primeira paciente a ser atendida pelo novo serviço já está em tratamento no Hospital Regional de Lagarto. Trata-se de Mauriza Onorina dos Santos, de 52 anos. Residente em Lagarto, ela foi levada à unidade pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192 Sergipe) por volta das 22h35 da quinta, 5, sendo internada com quadro de insuficiência renal crônica, na última sexta na UTI da unidade hospitalar.
Serviço pioneiro
Com implantação do desse serviço, o Hospital Regional de Lagarto passa a ser o primeiro do interior sergipano a disponibilizar hemodiálise intra-hospitalar a usuários do SUS em Sergipe. Além dele, apenas o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), em Aracaju, oferta esse tipo de serviço. "Antes, todos esses pacientes de Lagarto que precisavam de terapia renal substitutiva tinham que ser transferidos para o Huse, o que a partir de agora não será mais necessário, com a oferta do serviço no hospital regional, que já dispõe de nefrologista", reforça Jurema Mércia Viana, diretora operacional em exercício da FHS.
Jurema Viana
Ela lembrou que muitas vezes, pacientes críticos em regime de internamento hospitalar desenvolvem quadro de insuficiência renal transitória e precisam ter acesso rápido e eficiente ao tratamento de diálise. "Nesse caso, quando há indicação para hemodiálise, o paciente deve ter acesso em um curto espaço de tempo, por envolver um risco maior de vida se não for dialisado para repor as funções renais", acrescenta.
Sobre hemodiálise
A diálise é um tipo de tratamento que objetiva repor as funções dos rins,retirando as substâncias tóxicas e o excesso de água e sais minerais do organismo, estabelecendo assim uma nova situação de equilíbrio. No Brasil,cerca de 95 mil pacientes dependem de diálise para sobreviver. Segundo dados da Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN), estima-se que mais de 10 milhões de brasileiros apresentam algum grau de disfunção renal. Destes, 90% não sabem que estão doentes porque os sintomas só aparecem quando o rim já perdeu grande parte da sua função. Nos últimos oito anos, os casos de pacientes que precisam de diálise no país aumentaram em 84%.
Por Tito Lívio de Santana (Ascom FHS/HRL) Fotos: Ricardo Pinho/FHS e Bruno César/Márcio Dantas Ltda

Nenhum comentário:

Postar um comentário