9 de dez de 2011

Preços de alimentos natalinos sobem 4,65% em 12 meses, aponta FGV


Os preços de alimentos e presentes natalinos subiram 4,65% de dezembro de 2010 até este mês, aponta levantamento da FGV (Fundação Getúlio Vargas) divulgado hoje sexta-feira (9).
Segundo o economista André Braz, os itens mais tradicionais para a ceia --sem contar os importados-- tiveram alta abaixo da inflação medida pelo IPC (Índice de Preços ao Consumidor, da FGV) que foi de 6,29%, entre dezembro de 2010 e este mês.
As maiores altas foram verificadas na cerveja (14,16%), bacalhau (10,34%) e refrigerante (10,82%). Em contrapartida tiveram redução de preço o azeite de oliva (-9,08%), frango especial (-2,44%) e vinho (-1,17%).
No grupo de presentes, a elevação também ficou abaixo do IPC/FGV, com média de 5,50% no período de um ano.
As elevações mais expressivas foram: as roupas infantis (12,31%), masculinas (8,64%) e femininas (7,71%). As reduções ficaram por conta de aparelho celular (-10,12%), videogame (-9,66%) e televisores (-6,64%) --todos sob impacto da maior concorrência com produtos importados, barateados com o câmbio.
Por: Pedro Soares

Nenhum comentário:

Postar um comentário