20 de nov de 2011

Sergipe criou mais de 18 mil empregos formais nos últimos 10 meses


Sergipe criou 18.598 novos empregos formais de janeiro a outubro deste ano, um crescimento de 7,15% nos últimos dez meses. Somente no mês de outubro, foram abertas 2.239 novas vagas, uma alta de 0,82% em relação ao mês anterior. As informações são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados na última sexta-feira, 18.
Os dados do Caged mostram, ainda, que Estado registrou, nesses últimos dez meses, um percentual de novos empregos maior que a média nacional. Em Sergipe, o aumento foi de 7,15%, enquanto a média no Brasil foi 6,24%. O secretário de Estado do Trabalho, Marcelo Freitas, explica que essa evolução vem ocorrendo desde o ano passado e lembra que outubro é o quarto mês consecutivo em que Sergipe registra um crescimento médio superior ao nacional.
“Creditamos esse momento positivo às medidas tomadas pelo governador Marcelo Déda, que favorecem a criação de emprego. Como, por exemplo, a elevação do subteto do Supersimples, lançada na quinta-feira dia 17, que deverá gerar um número expressivo de emprego, além de aumentar a renda do cidadão sergipano”, argumenta o secretário. Observando-se os últimos 12 meses, comparando com a média nacional, Sergipe teve um saldo ainda mais positivo: enquanto no Brasil a variação foi de 5,46%, em Sergipe foi de 7,73% (20.002 novos postos de trabalho).

Nenhum comentário:

Postar um comentário