18 de out. de 2011

UTI Implantada no Hospital de Lagarto Muda Conceito de Atendimento no Interior

Uma Equipe de Profissionais se revesam para prestar atendimento na UTI

Implantada há um ano, a primeira Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do interior sergipano, instalada no Hospital Regional Monsenhor João Batista de Carvalho Daltro, em Lagarto, distante 75 quilômetros da capital, transformou o conceito de assistência aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) atendidos aqui em Lagarto no Hospital Monsenhor João Batista Daltro, região centro-sul do estado.
A UTI, inaugurada em 1º de outubro do ano passado, vem salvando não só vidas sergipanas, mas também de pacientes vindos de outros estados vizinhos, principalmente de várias cidades baianas que fazem fronteiras com Sergipe. Segundo a superintendente do Hospital Regional de Lagarto, Cristiane Carvalho Melo, a UTI conta com dez leitos, oito operacionais e mais dois leitos de isolamento, além de uma Unidade Semi-Intensiva com  cinco leitos.
“Atendemos hoje, em média, 30 pacientes por mês, vindos de municípios vizinhos como: Cristinápolis e Estância, mas  também de outras regiões do  Estado e da Bahia”, revela Cristiane.
Equipada com os aparelhos mais modernos, no que se trata de suporte avançado de vida, como monitores multiparamétricos e desfibriladores, a UTI também dignificou as condições de trabalho para os profissionais de saúde. “Hoje nem se compara com anos atrás, quando nós não dispúnhamos desses recursos”, admite o médico intensivista Pedro Machado Neto.
Natural de Goiás, o endocrinologista, formado há 13 anos pela Universidade Federal de Sergipe (UFS) e com atuações em outros hospitais da rede pública e privada do Estado, reconhece os benefícios diretos para os profissionais e a população assistida na Unidade. “Essa UTI representa para nós, profissionais, em primeiro lugar, segurança, por não precisar mais transferir o paciente para Aracaju, apenas quando há necessidade de um procedimento de alta complexidade. De uma forma geral, todos nós ganhamos”. Ressalta.
Essa segurança e maior tranquilidade também são reconhecidas por familiares de pacientes internados na UTI do Hospital, como  o Sr. Everaldo Bomfim dos Santos, de 50 anos, natural do município de Simão Dias. “O atendimento aqui é excelente, não tenho a menor dúvida”, admitiu enquanto esperava o momento de visitar o irmão José Bomfim dos Santos, 45 anos, internado há quase um mês na unidade, após sofrer um Acidente Vascular Cerebral (Derrame).
O drama de Everaldo também era vivido no mesmo dia pela dona de casa e lavradora Nilza Pereira da Silva, 59 anos, que mora no povoado Colônia Rio Fundo 3, no município de Estância. “Todo mundo daqui do hospital é ótimo. Este hospital é um paraíso, pois aqui meu filho já conseguiu fazer ultrassom abdominal, endoscopia e outros exames”, afirmou.
Para garantir o suporte de vida avançado aos pacientes,  a UTI do Hospital Regional de Lagarto conta com uma equipe de dez intensivistas, em especialidades como cirurgia geral, neurocirurgia, infectologia e endrocrinologia, que se revezam em três plantões diários.
No mais o Hospital tem sido referencia no atendimento aos pacientes em geral, é evidente que ainda há muito para ser feito, porém em apenas um ano de funcionamento muitas vidas já foram salvas, graças ao esforço e empenho desta grande equipe que no dia-a-dia fazem da medicina um sacerdócio em suas vidas, ao lado de uma grande equipe de enfermeiras e técnicas de enfermagem e todo um suporte de funcionários o Hospital Monsenhor João Batista de Carvalho Daltro já completou se primeiro ano de funcionamento em Lagarto, salvando vidas, cuja finalidade é salvar e salvar vidas.
No mais à todos os médicos nossos agradecimento por está data tão importante em suas vidas. Hoje 18 de outubro Dia do Médico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário