6 de abr de 2011

Vereador faz Homenagem ao dia do Jornalista


O Jornalismo e os Jornalistas Lagartenses

Amanhã dia 7 de abril, comemora-se o Dia do Jornalista, profissionais no ambito das Comunicações, a qual tenho uma grande admiração e respeito.
Meu pai José de Carvalho Deda foi escritor e Jornalista, tendo escrito em vários Jornais da capital e editado na cidade de Simão Dias o Jornal a "Semana" nos anos de 1946 a 1968.
O Dia do Jornalista é comemorado no Brasil nesta data como forma de homenagear, João Batista Libero Badaró, médico e Jornalista assassinado por inimigos politicos em 1830. Fato que gerou um movimento popular, que culminou com o abdicação de D. Pedro I em 1º de abril de 1831. Sendo instituido o Dia do Jornalista em 1831.
É o Jornalista o profissional que exerce atividades jornalisticas como: redator, reporter, fotografo, editor, apresentador entre outros.
É um ser que se relaciona com o seu ambiente circundante, estando condicionado e atuando em favor ou contra os interesses politicos e economicos de uma epoca.
Assumindo o papel de uma forma de conhecimento que permite aos cidadãos de qualquer sociedade, acompanhar e inquilir na história do seu tempo, atuando com insensão e expressando com liberdade de comunicação, fatos e comportamentos em um determinado contexto historico.
As primeiras Gazetas foram impulsionadas, um Século após a invensão dos tipos de impressão de Gutemberg e pela segurança da comunicação com o surgimento dos correios no Século XV.
Surgindo como resultados dos movimentos de Liberação politica, com o poder de formação de opinião pública capaz de transformar a sociedade, independente do local e da era, chegando a ser chamado de "Quarto Poder". O primeiro jornal Diário publicado foi em 1650 na Alemanha.
Sendo que no Brasil, há controvessia quanto ao 1º Jornal editado, alguns creditam ao Jornal Brasiliense de cunho oposicionista criado por Hipolito José da Costa, e outros a Gazeta do Rio de Janeiro, jornal Oficial do Império, impresso a partir de 1808.
Em Sergipe o 1º Folhetim impresso foi na cidade de Estância em 1832 com o Jornal o "RECOPILADOR SERGIPANO" pelo Monsenhor Antonio Fernandes da Silveira.
A História do Jornalismo evolui do Sinal de Fumaça, os Tipos de Gutemberg aos tempos atuais através de Sites, redes sociais e outros veiculos multimidiaticos.
Lagarto, Berço de Silvio Romero, que teve grande atuação Jornalistica na Imprensa Nacional, também contribui com vários nomes filhos teus, intelectuais da Comunicação na Imprensa Sergipana e Nacional, a exemplo de Abelardo Romero Dantas, jornalista, poeta e escritor de renome Internacional, que trabalhou em vários jornais cariocas, principalmente no Grupo Diários Associados de Assis Chateaubriend, Enoch Matusalém Santiago, Magistrado e Jornalista; Anibal Freire da Fonseca, Jornalista, advogado e magistrado; Joel Silveira, mas de 60 anos de carreira no Jornalismo escrevendo para jornais como: "O Estado de São Paulo" Ultima Hora", "Correio da Manhã" e nas revistas Cruzeiro e Manchete, chegando a cobrir a II Guerra Mundial na Itália.
Em dias atuais, vários lagartenses despontam e manteem viva a história da comunicação e da Imprensa revivendo o legado deixado pelos grandes jornalistas de naturalidade lagartenses, aqui citados, como: Lino Correia, ator e jornalista filho do sr. José Correia; Russel Barroso, membro da Associação Sergipana de Imprensa; Claudefranklim Monteiro, historiador e jornalista, Professor Emerson Carvalho, jornalista e incone da imprensa escrita de Lagarto; Euler Ferreira, Luis Antonio Barreto, jornalista e historiador, membro da Academia Sergipana de Letras; Enoque Araujo, que inclusive presidiu o Sindicato Sergipano dos Jornalistas; Euclides Oliveira, jornalista e escritor, os jovens: Alex Dias; Anderson Christian; Daniele Domingues, jornalista da PML, Raimundinho Folha de Lagarto, entre outros, e o mais antigo em atuação, o polemico jornalista José Raimundo Ribeiro (Cabo Zé).

Lagarto é um dos poucos municípios sergipanos, com características marcantes de tendência Jornalística, mantendo atualmente em circulação os periódicos: Folha de Lagarto, do amigo Raimundinho, A Gazeta dos Municípios, o Jornal O Lagarto, Lagartense.com.br e o Correio Lagartense.

Além dos sites de informações jornalísticas: Lagartense.com.br; i9lagarto.com; Lagartoagora.com e emlagarto.com.

Restando-me nesta data comemorativa reverenciar e saudar a todos os jornalistas, brasileiros, sergipanos e em geral os lagartenses, que labutam pela informação e formação de opinião publica de nosso povo.


Por: Flamarion Déda * vereador PT Lagarto.